• @casadasfragrancias

3 passos essenciais para manter suas orquídeas sempre lindas


As orquídeas são flores admiradas por todos. Sua beleza, que decora qualquer ambiente, traz alegria e vivacidade. Por isso, a planta é uma ótima escolha para sofisticar um jardim ou enfeitar espaços internos.

No Brasil, há uma variedade enorme da planta: cerca de 3.500 tipos de orquídeas habitam o país, enquanto outras 46.000 espécies estão espalhadas por todo o planeta - ou seja, a espécie resiste e se adapta a muitos ambientes.

Contudo, embora resistentes, as encantadoras orquídeas precisam de alguns cuidados básicos para que floresçam com todo o seu potencial.

1. Cuidado com pragas!

Atente-se às pragas que podem abater sua plantinha. Fungos, por exemplo, deixam manchas escuras que crescem nas folhas à medida que destroem a planta.

Cochonilhas, caracóis e pulgões costumam atacar plantas para se alimentar. Para proteger suas orquídeas, evite produtos químicos e procure anti-pragas naturais.

Uma dica é bater pimentas com água no liquidificador e borrifar nas folhas; outra é ferver cinco dentes de alho com meia cebola em um litro d’água, a serem pulverizadas nas plantas. Nim indiano também serve de inseticida natural.

Alguns insetos não prejudicam as orquídeas e, pelo contrário, protegem-na de pragas. Por isso, joaninhas, aranhas e libélulas são bem-vindas!

2. Qual vaso ou substrato usar e como regar suas orquídeas

A rega depende do tipo de vaso e substrato que você usa.

Por isso, escolha vasos de barro, que são mais porosos e facilitam a drenagem natural do substrato em que as orquídeas forem cultivadas; os de plástico retém umidade e a água pode ficar acumulada.

Por essa razão, fique de olho na manutenção da sua plantinha! Se a base dela estiver quase na borda do vaso é hora de trocar por um maior.

Em geral, regue-a duas vezes por semana se o clima estiver calor ou apenas uma vez em tempo frio, já que a terra encharcada desfavorece o crescimento pleno da planta. Também não é aconselhável o uso de pratos, pois acumulam água. Na dúvida, antes da rega, observe se a terra está seca ou úmida.

O substrato ideal para orquídeas, por conta de suas raízes serem espaçosas, são cascas de pinheiro, xaxim, perlite ou misturas. Para uma boa adubação, existem vários bons produtos no mercado. Compre de acordo com a espécie a ser cultivada e siga as orientações do fabricante.

3. Cada espécie precisa de um cuidado especial

O tipo de local mais apropriado para orquídeas precisa de boa ventilação, já que ambientes muito fechados podem comprometer o desenvolvimento da planta, que não gosta de luz indireta.

Se você pretende cultivar a planta dentro de casa, o ideal é colocá-la próxima da janela, para que tenha contato com o ar e a luminosidade da rua. Na hora da escolha da espécie, opte por orquídeas que cresçam na sua região, pois assim terão mais chance de se desenvolver saudáveis e viçosas.

Cada espécie de orquídeas tem características únicas que devem ser respeitadas na hora de cuidá-las.

Coloque essas dicas em prática e suas orquídeas estarão sempre lindas e saudáveis. Assim, o espetáculo da natureza está garantido.

E você? Já cultiva orquídeas em casa? Está planejando cultivá-las? Conte para a gente!

#orquídeas #flores #plantaseflores #floresdeoutono #dicascaseiras #plantas #perfumaracasa #casa

26 visualizações

🏠 Rua Frederico Pedro Auler 125 -Operário, Novo Hamburgo - RS CEP: 93315-230 📞 51-35274207 51-35811482  

© 2017 por Casa das Fragrâncias

  • Casa das Fragrâncias